Relatório Técnico incentiva empresas do DF a exportar

Relatório Técnico incentiva empresas do DF a exportar

O documento, elaborado pelo Sebrae em conjunto com o Centro Universitário de Brasília , empresários e entidades da cidade reúne, em um impresso, dados técnicos relevantes para estimular a maior participação do empresariado do DF na exportação, fortalecendo Brasília como hub de distribuição de produtos e serviços. Porque, mesmo sendo um relatório técnico, ele é resultado dos esforços de várias empresas e instituições que sempre foram parceiras no governo, e facilitam a compreensão do cenário da exportação e importação no Distrito federal, além de trazer possíveis caminhos para os empresários que se interessem em se tornar exportadores», destacou o vice-governador Paco Britto. De acordo com ele, o documento é a largada de uma corrida empresarial que vai fortalecer o crescimento econômico do DF, pois atende não apenas os empresários que já exportam, mas a todos que almejam isso. Conforme frisou a professora titular na graduação de Administração no UniCeub, Tatiane Araújo, que coordenou os trabalhos para a confecção do relatório, o documento é o resultado de um esforço coletivo.

E esse trabalho de equipe é fundamental e importantíssimo para elevar Brasília a outro nível, frisou o secretário de Governo do DF, José Humberto Pires. Somos uma caixa de ressonância para o país, acrescentou.

Parque das Nações

A ideia era a de promover um grande evento, de 15 dias, no Parque da Cidade, chamado Park das Nações, para abrir portas para o intercâmbio comercial das empresas do DF com novos mercados, estimulando o empresariado local a exportar. Sem a possibilidade de realizar um evento de grande porte presencial, entidades parceiras do projeto e empresários decidiram, então, criar o Relatório Técnico para manter o projeto vivo. O resultado deste documento já fala por si. Sempre tivemos ausência desses dados para o nosso empresariado, apontou a presidente da ADVB e da Brasília Convention & Visitors Bureau, Claudia Maldonado.

O Park das Nações atenderá empresários que já exportam ou os que são potenciais exportadores, em especial os micro, pequenos e médios empresários do DF. De acordo com Paco, o projeto, mesmo tendo mudado de formato, foi levado adiante para oferecer aos empresários do DF a oportunidade de crescimento. O evento virou um documento, mas não com menor importância.

Exportações do DF

Mesmo com a crise econômica causada pela pandemia, as exportações no DF cresceram em 2020 em 8,4% em relação a 2019, segundo dados da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos . São 61 anos, enfatizou o secretário de Desenvolvimento Econômico. Vamos partir para o mercado internacional, para fazermos relações fortes, não apenas com a China, mas com os Estados Unidos e países árabes, concluiu.

CATEGORIES
Share This

COMMENTS

Wordpress (0)
Disqus (0 )