Alimentação saudável para aumentar a imunidade 

Alimentação saudável para aumentar a imunidade 

 

Coordenadora do curso de Nutrição da Estácio Brasília dá dicas para escolhas alimentares melhores, com foco no reforço imunológico a partir de frutas e legumes  

Diante da pandemia causada pelo novo coronavírus (COVID-19), alimenta-se bem tem sido primordial para fortalecer o sistema imunológico. Para ajudar a população a ter conhecimento de quais alimentos podem ajudar no reforço imunológico,a coordenadora do curso de Nutrição da Estácio Brasília, Cybelle de Aquino, preparou um guia com dicas alimentares mais saudáveis e que estão ao alcance de todos. 

Primeiro passo: entender como funciona o sistema imunológico

Para começar precisamos falar sobre o sistema imunológico. Pra que ele serve? O sistema imunológico é a defesa do organismo contra agentes infecciosos como vírus, bactérias e fungos que podem causar doenças.  

Uma das maneiras para fortalecer esse sistema é ter uma alimentação saudável. Essa ação contribui para fortalecer as defesas do organismo, atuando como uma barreira para prevenir e minimizar os agravos resultantes das doenças. 

Seguem algumas dicas para escolhas alimentares saudáveis: 

Tenha uma alimentação variada. Prefira alimentos ”in natura” e minimamente processados como frutas, legumes, arroz, feijão, mandioca, batatas (doce, inglesa, baroa), ovos, peixes e carnes. 

– As frutas cítricas como laranja, limão, acerola, caju, morango, kiwi são ricas em vitamina C e favorecem para a proteção das células contra a ação dos radicais livres.

– Os vegetais verdes escuros como couve, brócolis, chicória e espinafre são ricos em ácido fólico, minerais como magnésio e cálcio e atuam para redução dos processos inflamatórios.

– As castanhas e nozes são ricas em selênio, vitamina E e potássio e também possuem potente ação antioxidante para combater os radicais livres.

– Alimentos como arroz integral, feijão, mandioca, batatas doce são carboidratos complexos fornecem energia para o bom funcionamento do organismo.

– Os peixes e azeites são ricos em gorduras poli-insaturadas como Ômega 3 e 9 que atuam contra os processos inflamatórios.

Evite alimentos processados e ultraprocessados como: enlatados, embutidos como linguiças, salame, bacon, toucinho, salgadinhos de pacote, macarrão instantâneo, biscoitos recheados, margarina, sorvete, pizza, hambúrgueres, frangos processados e empanados “nuggets”, gordura hidrogenadas entre outros.

Os Alimentos ultraprocessados são formulações industriais feitas com substâncias extraídas de alimentos (óleos, gorduras, açúcar, amido, proteínas) ou sintetizadas em laboratório com base em matérias orgânicas como petróleo e carvão (corantes, aromatizantes, realçadores de sabor) que possuem uma composição nutricional desbalanceada que favorecem o desencadeamento de inflamações que provocam alergias, doenças do coração, diabetes, entre outras.  

Beba bastante líquido, no mínimo 2 litros por dia.

 – A falta de água nas células pode comprometer na atividade regular das células, dificultam o transporte de oxigênio e nutrientes, além de interferir na temperatura corporal. 

Vale ressaltar não existe um alimento perfeito para aumentar a imunidade. O ideal é consumir uma alimentação colorida e variada, composta por todos os grupos de nutrientes, que seja bem higienizada e atenda as condições financeiras de todos os indivíduos.

Para finalizar, lembramos que em crianças de 6 meses de idade o leite materno exclusivo é fundamental, pois fornece anticorpos que protegem as crianças de infecções.

Por: Cybelle de Aquino, coordenadora do curso de Nutrição da Estácio Brasília. 

REFERÊNCIAS:

Brasil. Ministério da Saúde. Guia alimentar para a população brasileira / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. – 2. ed., 1. reimpr. – Brasília : Ministério da Saúde, 2014.

PASCHOAL, V. Nutrição Clínica Funcional: dos princípios a prática clínica, 2ª edição – São Paulo: Valéria Paschoal Editora Ltda. 2007.

 

CATEGORIES
TAGS
Share This

COMMENTS

Wordpress (0)
Disqus (0 )