Especialista da Estácio alerta sobre os cuidados em relação à adoção de postura adequada no ambiente do home office

Especialista da Estácio alerta sobre os cuidados em relação à adoção de postura adequada no ambiente do home office

Com o auxílio da ergonomia, é possível prevenir problemas de saúde e garantir o bem-estar dos trabalhadores

A chegada da pandemia trouxe mudanças significativas para a rotina de trabalho e consolidou uma nova tendência no mundo corporativo, que foi o home office.  A flexibilidade no ambiente de trabalho trouxe muitos benefícios, mas também exige cuidados especialmente relacionados à saúde do trabalhador que exerce sua função no ambiente domiciliar. Para garantir uma boa postura, a ergonomia pode ajudar na adoção de medidas simples que ajudam cada indivíduo a executar as atividades de forma mais segura e eficiente no cotidiano, contribuindo para a prevenção contra as doenças ocupacionais.

De acordo com a fisioterapeuta e professora dos cursos de saúde da Estácio, Vanessa Barros, a ergonomia é uma ciência que leva em consideração as características físicas, fisiológicas e psicossociais do trabalhador e pode ser aplicada também na rotina do home office. “Há princípios dentro da ergonomia, que priorizam uma boa postura de trabalho, além de assegurar uma infraestrutura adequada, conforme a natureza da atividade. Além disso, outra medida priorizada é a redução do esforço físico excessivo ou repetitivo que possa causar lesões no trabalhador, como, por exemplo, os Distúrbios Osteomusculares Relacionado ao Trabalho (DORT)”, explica.

A especialista ressalta que devido a rotina de trabalho no ambiente domiciliar pode ocasionar alguns problemas de saúde relacionados à postura inadequada adotada durante as tarefas durante o expediente. Um dos mais comuns é a síndrome do túnel de carpo, que é uma inflamação no punho causada pela compressão de um nervo do punho chamado mediano, que provoca inchaço na região e dor durante a movimentação. Esse tipo de problema está geralmente relacionado à posição incorreta do punho durante a rotina de uso excessivo do celular ou do computador, provocando a hiperextensão nesta área específica do corpo e causando desde estresse do nervo mediano até a inflamação.

Outra patologia muito comum é a bursite, que é uma inflamação que atinge uma região do corpo chamada bursa, uma bolsa localizada entre os ossos e as articulações que tem objetivo de absorver o impacto mecânico, mas devido a movimentação repetitiva o indivíduo começa a sentir dor nesta região, levando a um desconforto constante. Outra enfermidade comum que pode ser desenvolvida durante a rotina do home office é a lombalgia, que ocorre quando a pessoa sente dor na lombar devido ao longo período de tempo sentado em uma posição não adequada, sobrecarregando a musculatura nesta região.

Para evitar problemas de saúde graves e trazer mais qualidade de vida e bem-estar, a docente da Estácio dá dicas para um home office mais ergonômico, confira:

– Evite trabalhar sentado no sofá ou no chão e busque sentar em uma cadeira adequada e utilize uma mesa apropriada para realizar as atividades de trabalho;

–  Utilize uma cadeira, que tenha altura regulável para ficar alinhada em relação à mesa, garantindo que a visão em direção ao horizonte seja sempre reta;

– Ao ficar sentado na cadeira, é preciso estar com os pés apoiados no chão. Quando não for possível é importante utilizar algum tipo de apoio para garantir a correção da postura;

– Ao digitar é fundamental ajustar a posição do cotovelo na posição de noventa graus em relação ao antebraço;

– Durante a digitação e utilização do mouse, adote uma postura neutra em relação à posicionamento do punho com o auxílio de um apoio em formato ergonômico;

– Faça pausas durante o expediente para garantir descanso adequado do corpo, com o objetivo de desestressar as articulações e as musculaturas;

– Beba sempre água para preservar a saúde das articulações;

– Evite longas jornadas de trabalho no cotidiano do home office;

– Pratique atividades físicas regularmente e sempre busque alongar o corpo.

CATEGORIES
TAGS
Share This

COMMENTS

Wordpress (0)
Disqus (0 )